Pindobaçu: Lista com Servidores Fantasmas Vai Para no Ministério Público.

Uma lista contendo supostamente nomes de servidores ”fantasmas” que teriam sido beneficiados com diárias pagas para alimentação e hospedagem em um Hotel na cidade Pindobaçu, foi entregue ao Ministério Publico.

Pindobaçu: Durante Entrevista em uma Rádio, o Padre Informou que foi impedido de Celebrar Missa.

O Padre Cleriston Souza Silva foi impedido de celebra missa na igreja católica da paróquia de Pindobaçu.

Corporação da Guarda Municipal Recebeu Uma Viatura Nova

Com esse mais novo veículo a Guarda Municipal pretende aumentar mais ainda o seu raio de ação atuando preventivamente evitando a proliferação da violência.

Senhor do Bonfim: População pede saida do Prefeito

O Movimento Acorda Bonfim com apoio de Vereadores, Ex-vereadores e o povo em geral saiu às ruas de Bonfim, protestando e pedindo o impeachment do Prefeito Correia.

Jacobina: Valdice Castro Fica Inelegivel.

O Juiz Eleitoral Hosser Michelângelo Silva Araújo, da 46ª Zona Eleitoral em Jacobina, acatou Ação de Investigação Judicial Eleitoral - AIJE - em que cassa os direitos políticos da ex-prefeita Valdice Castro.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Pindobaçu: Morta aparece em lista de beneficiárias com diárias em hotel pagas pela prefeitura


Uma lista contendo supostamente  nomes de servidores ”fantasmas” que teriam sido beneficiados com diárias pagas para alimentação e hospedagem em um Hotel na cidade Pindobaçu, foi entregue ao Ministério Publico na última terça(04), para abertura de processo administrativo e inquéritos civil e criminal contra o prefeito Marlos André(PT).
Segundo o denunciante Gilvan Andrade da Silva, ex-secretário municipal de educação, o gestor no ano passado através do colegiado interno de licitações da Prefeitura deflagrou processo seletivo na modalidade de Pregão Presencial 020/2013, com finalidade de contratar empresa para prestação de serviços com hospedagem e refeições destinada aos prestadores de serviços e funcionários do município para suprir as necessidades das Secretarias.
Ainda segundo a denúncia,  uma das licitantes e vencedoras do certame foi a empresa EDILENE VIANA DA SILVA DE PINDOBAÇU-ME, tendo como nome de fantasia ”POINT DA PICANHA” . Para Gilvan, a empresa estaria impedida de celebrar contratos com o município, por ser sua proprietária casada civilmente com o vereador Gilvan Gomes da Silva, o GIL DO CAJUEIRO.
A denúncia enfoca as notas de empenho de números 907/2013 e 753/2013, onde  segundo o denunciante foi possível  detectar atos de ilicitude usando nomes e documentos de terceiros, em detrimento do erário público. Gilvan Andrade, confirma na denúncia, que nas notas empenhadas e pagas, constam que diversas pessoas, e que  na sua maioria absoluta, não mantém nenhum tipo de vínculo com a Prefeitura. Alguns dos moradores incluídos na lista moram a menos de 200 metros do Hotel.
Mulher de 91 anos e morta em 2013 incluída na lista de beneficiários.
O agravante também na denúncia, é o fato de na lista dos supostos servidores, aparecer o nome de ADELAIDE LAUDELINA DE JESUS, 91 anos, falecida em 21 06 2013. O denunciante declarou que a falecida jamais ocupou cargo na Prefeitura de Pindobaçu.
Confira cópia da certidão de óbito anexada ao processo.


Gilvan, autor da denúncia ainda deixou uma pergunta no ar. Teria ela, uma senhora de 91 anos, se hospedado no Hotel com todas as despesas pagas pela Prefeitura?
O ex- Secretário, colheu e juntou na documentação encaminhada ao MP, declaração assinada por moradores que atestam que não são servidores e jamais se hospedaram no citado Hotel. Seguem abaixo cópias de algumas declarações:



Fonte: Blog do Walterley

Padre Foi Impedido de Celebrar Missa Na Paroquia da Cidade



O Padre Cleriston Souza Silva da igreja Católica de Lagoa Vermelha no Rio Grande do Sul foi entrevistado na tarde dessa sexta-feira (7), no programa “Espaço Livre” na Paiaiá FM, relatando o motivo o qual foi impedido de celebra missa na igreja católica da paróquia de Pindobaçu.
Cleriston que é natural da cidade Pindobaçu, e que mora mais de 7 anos no Rio Grande do Sul, disse que o motivo que levou vir ao programa foi para explicar a população de Pindobaçu porque não teve oportunidade de realizar a missa, disse que foi vitima de fofocas de pessoas de dentro da igreja que foram até o Bispo da Diocese de Senhor do Bonfim, Dom Francisco Canindé para tentar lhe prejudicar. O religioso disse que tomará todas as providencias contra as pessoas que tentaram denegrir sua imagem e que se sentiu humilhado ele juntamente com sua mãe.


Fonte: Espaço Aberto.Net